sábado, 23 de janeiro de 2010

POESIA saindo do forno CERO


CARTA AO ODIO


nem posso começar te chamando prezado,

embora sempre estejas tão perto do amor,

que às vezes acho

persigo


próximo como antítese

outro extremo,

talvez par,

forma de amar


confusões que nos levam, por vezes

desgovernados

em caminhos diversos


te odeio, ódio

odeio

e te colocas triunfante

me torcendo o pescoço


te odeio meu ódio

nem te enxergo

nego

abomino

e quanto mais


te pautas tranquilo

negocias

outros pactos


te odeio, quero matar

exterminar

rumino sem trégua


e caio

em mais um tropeço


Leonora Waihrich

(Leonora Waihrich é integrante da Escola de Poesia Grupo Cero)

6 comentários:

Fernanda disse...

Poema que transmite uma luta contra um sentimento feio, que por vezes chega ate' nos e nos corroi. Sao lutas interiores que fazem parte do ser humano. Este poema me fez lembrar, nao sei porque, um que escrvi ha' uns tempos atras. Retrata o final de uma luta com uma dor, que para a vencer foi preciso conhecer. A reeditei hoje em lacos dee poesia, depois de ler este poema. Chama-se CONHECER PARA VENCER.

Grupo Cero VersoB disse...

Ótimo!

Ok, Fernanda vamos ler Conhecer para Vencer nos Laços de Poesia.

Sim, há sentimentos que no cotidiano não expressamos abertamente pelas palavras, mas a poesia deve fazê-lo, e o faz.
E assim o poema ousa dizer o indizível.

Gracias pelo carinho à poesia,

MARIA L. BÓZOLI disse...

Um eterno vento que navega as laranjeiras em flor.

Gostei muitoooooooooo.

Agradeço a visita......estou a lhe seguir.Volte sempre.

Bom Domingo...Abraço M@ria

Fernanda disse...

E ainda bem que existe a poesia para podermos falar de tudo. A poesia liberta os nossos pensamentos e sentimentos. faz bem a quem escreve e a quem le. bom domingo

Grupo Cero VersoB disse...

Cara Maria,

agradeço tuas palavras.
Bom domingo e boa semana,

Sim, estamos a nos encontrar
através da poesia.

um abraço,

Grupo Cero VersoB disse...

Fernanda, querida,

Damos graças à Poesia!

Caminhante não há caminho
se faz caminho ao andar.

de Antonio Machado

Creio que este verso me ocorreu
conversando com o Conhecer para Vencer, que acabo de ler.

Bom domingo para ti também,
e boa semana!

um abraço