sábado, 17 de abril de 2010

TOURO SENTADO O VISIONARIO - VII


E vi,
- minha alma submergida no mortal veneno,
da supremacia -
a visão transcósmica,
uma visão,
mais além da vida.

Os abismos, as pedras,
- que embruteciam e alegravam
de uma só vez,
nosso horizonte -
os mais altos cumes,
os pássaros de fogo,
- a cálida metralhadora e o álcool -
e nossa propria maneira de viver,
tudo,
contra nós mesmos.

Imerso,
em semelhante e juvenil loucura,
inventei a velhice e propus,
para os mais anciãos,
a muerte súbita.

Tanta força,
quis imaginar,
seria suficiente,
para lançar a voar,
alguns filhos,
algumas palavras.

MIGUEL OSCAR MENASSA
do livro: Canto a nossotros mismos tambiéns somos América - 1978

Um comentário:

Lara Amaral disse...

Gostei dos versos e das pinturas, parabéns!

E obrigada pela visita ao meu espaço.

Beijos e até breve.